quarta-feira, 11 de março de 2015

POEMA AMORES DE MAIO


 
AMORES DE MAIO

Começam num ensaio
Flores campestres
Amores de Maio
Jardins silvestres
Tento domar um garraio
 Primaveras ilustres
Que me fazem aio
De habitações lacustres
Onde me sinto catraio,
Entre extraterrestres
Na imaginação - Lacaio
Vivência de mestres
Terna sujeição de sipaio
Desígnios pedestres
Programo sem desmaio
Desejos rupestres
Luar belo como gaio
Contraluzes terrestres
Amores de Maio
Vontades de burgomestres!
Daniel Costa

 

11 comentários:

Marta Vinhais disse...

E que se vivam na luz dourada do Sol...
Lindo...
Beijos e abraços
Marta

Ivone disse...

Belas rimas de"Amores de Maio", gostei de ler amigo poeta!
Abraços apertados!

✿ chica disse...

Maravilhosa poesia,Daniel! abração,tudo de bom,chica

Edumanes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Edumanes disse...

Mais um belo poema,
do poeta Daniel Costa,
no chão vi uma pena
junto ao rio na encosta.

Quem a lá deixou não sei,
daquela maneira abandonada
para aquelas flores brancas olhei
não vi nenhuma rosa encarnada!

Li amores de Maio,
ouvi em Março o Cuco cantar
ouvi também o papagaio
vi uma rola a voar!

Caro amigo poeta,
desse poema gostei
verde vi a floresta
quando por lá passei!

Tenha uma boa noite amigo Daniel Costa, um abraço.
Eduardo.

Tunin disse...

O sol lindo do teu verão, inspira-te delirar por lindos versos de amores de maio.
Beleza!
Abração.

Graça Pires disse...

Os amores de maio em jardins silvestres a inspirar esta rima e a sugerir que vem aí o tempo bom...
Beijo.

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

E as flores estão para sorrir nos amores verdadeiros que chegam no mês de maio.
Parabéns pela poesia amigo Daniel.
bjs-Carmen Lúcia.

Lucinha disse...

Daniel,

A luz dourado do sol, enfeitando ainda mais os amores de Maio.
Um lindo final de semana! Abraços

José María Souza Costa disse...

Olá, Daniel.
Hoje, 14/03, quando Celebramos o Dia Nacional da Poesia ( no Brasil ) vim, saudar-te, e trazer-te um pedaço da minha alegria.
És grande, portanto, sóis poeta poetisa.
Que o dom da luz divina, te guarde proteja.
Um abraço, e desejos de Paz e muita Luz.

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Daniel, eu
amo fores sempre
mas com poesia
elas ficam bem
em todo tempo.
Adorei seu poema.
Linda nova semana.
Bjins
CatiahoAlc.