A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

segunda-feira, 30 de março de 2015

POEMA UMA LÁGRIMA


 
UMA LÁGRIMA

Como esgrima
O poeta se comove
E verte uma lágrima
Que do canto da vista escorre
De amor e auto-estima
Quiçá, amor que o peito envolve
De direitos humanos, dízima
Que ao mundo se deve e não se devolve
Tentar ser rio, cuja nascente, é a lágrima
Que o amor-próprio conteve,
Reteve como solução de teima
Assim então, se mantém e manteve
Na inércia dos poderosos, da sua toleima!
 Parece convir, a quem riqueza reteve
A deixar lutar não se queima
Que se vertam lágrimas, que se trave a lágrima!
O amor sempre terá força suprema
Tem a força da lágrima,
Da lágrima que se reteve!

Daniel Costa

https://www.youtube.com/watch?v=QoEZB0XvEZQ



 

9 comentários:

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Uma lágrima,sentimento de dor ou alegria.
Muito lindo Daniel.
bjs e uma ótima semana.

Carmen Lúcia.

lua singular disse...

Oi Daniel,
Quantas lágrimas que derrubamos nessa vida, mas a vida continua.
linda poesia
Beijos

Ivone disse...

Lágrimas, há de emoção, de dor, de alegria, de contentamento, maravilhosas válvulas de escape quando a alma está presa na parte física!
Amei ler amigo Daniel!
Abraços apertados!

Mirtes Stolze. disse...

Bom dia Daniel.
Uma linda poesia, o valor de uma lagrima é imenso, nunca devemos rete-la elas correm quando o coraçao trasborda seja de alegria ou tristeza. Um feliz dia. Abraços.

Ana Bailune disse...

Olá, Daniel.
Lindo, fantástico! Entre os poemas que já li em teu blog, este é o que mais me toca. Lindo!

lua singular disse...

Oi Daniel,
Sempre carinhoso nos seus comentários.
Ode eu? não sou poetisa, mas gosto de imaginar situações e escrever contos e crônicas.
Beijos

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Daniel! A proveniência é diversa, mas por mais triste que seja a sua origem, a lágrima ainda é um dos mais belos sinais de sentimento. Lindo poema e belíssimos olhos.

Abraços,

Furtado.

lua singular disse...

Oi Daniel,

Sempre carinhoso!
Há momentos em que a vida quase termina num ponto final e o refúgio é a esperança, nada melhor que você para falar disso.
Meu contos são ficção, mas vejo muito sofrimento no mundo e me incluo nele com mais perspicácia.
Beijos

Marta Vinhais disse...

Que lindo, Daniel!!!
Lágrimas de felicidade....
Beijos e abraços
Marta