quarta-feira, 29 de abril de 2015

POEMA À BEIRA DA PRAIA



À BEIRA DA PRAIA 

Parecia avistar uma aia
Linda, brilhante preciosa!
À beira da praia
De tez erguida, deliciosa,
Qual flor de cambraia,
Seguia gentil, feliz, airosa
Elegante, comparada à faia,
Continuando, formosa,
Meus olhos a seguem de atalaia
Desejando mente audaciosa
Questionando o paradeiro da saia
Beija-la seria atitude charmosa?
Como se atingisse o pico do Himalaia?
Questão harmoniosa?
Harmonia de sericaia
Ali eu pregado, mente silenciosa
À beira da praia,
Observando a mulher graciosa!

Daniel Costa

 
 

9 comentários:

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Um poema dócil e carinhoso.
bjs Daniel
Carmen Lúcia.

✿ chica disse...

Lindo poema, bem inspirado e à beira da praia é sempre muito bom! abraços,chica

Zilani Célia disse...

OI DANIEL!
TEU POEMA É CADENCIADO E GRACIOSO COMO A MOÇA DA PRAIA.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Brisa Petala disse...

BOA NOITE DANIEL
Inspirado na Natureza ... sofisticação descontraída e serenidade à beira-mar em um destino onde o bem-estar. Um lindo texto.

Tais Luso disse...

Que lindo, harmonioso e leve, poema cheio de afetos!
Beijos, amigo Daniel!

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Olá Daniel,passando para agradecer sua visita e desejar um ótimo final de semana.
bjs-Carmen Lúcia.

Ana Bailune disse...

Olá, Daniel.
Muitas prais, muitas musas...
Um bom feriado pra você!

Felisberto N. Junior disse...

Olá, Daniel,boa noite, sim, ficou muito suave...nada melhor do que ficar à beira da praia, observando a mulher graciosa! agradeço pela visita, belos dias,abraços!

Magia da Inês disse...

✿⊱·.
Um delicioso poema!!!

Ótimo fim de semana!
Beijinhos..·°هჱ
❤ه° ·.