A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

terça-feira, 28 de junho de 2016

POEMA PRA LÁ E PRA CÁ DO BOMBARRAL


<br/><a href="http://oi63.tinypic.com/mae5fp.jpg" target="_blank">View Raw Image</a>

PRA LÁ E PRA CÁ DO BOMBARAL
 
 
Perto o Casal do Urmal!
Antes o Casal Torneiro
Pra lá e pra cá do Bombarral
Onde viajei a pé primeiro
Pra lá a vila do Cadaval
Restaurante “Cigano” além do outeiro
Pra lá, Senhor Bom Jesus do Carvalhal
Pra cá Moita dos Ferreiro (s)
Par lá o solar, dos Loridos, ancestral
Pra cá dos vinhos cancioneiro,
 Justificando a extensa galeria de arte oriental
Transportada da China, por inteiro,
Pra lá ver, entre vinhedos, integral
Pra cá, vinho verde, alvissareiro
Saboroso, fraco, pioneiro, bem cultural,
Desvendemos o medianeiro!
Pra lá e pra cá do Bombarral!
 
Daniel Costa
 

 

6 comentários:

Maria Rodrigues disse...

Um belo e interessante poema e lindas fotografias.
Beijinhos
Maria

Pedro Luso disse...

Caro Daniel,
Imagens fantásticas como essas e um poema de ótima qualidade como este, dizem muito da capacidade e do bom gosto do poeta.
Um abraço.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Belo e bem composto poema. Bastante pertinente às lindas imagens que o ilustraram.

Abraços,

Furtado

Lucinha disse...

Daniel,

Querido amigo. Apesar de estar ausente, não me esqueço de você.
Obrigada pelo carinho de sempre.
Lindo poema, lindas paisagens. Principalmente, a reflida na água.
Abraços

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Lindas fotos e um poetar bem interessante e diferente.
Gostei Daniel.
Bjs-Carmen Lúcia.

Blog da Gigi disse...

Lindo final de tarde!!!!!!!!! beijos