A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

POEMA ULISSES DOARTE


ULISSES DUARTE


Aqui e em toda a parte
TERRA E CÉU a capear ternura
A ternura de Ulisses Duarte
Já que a poesia rescende a candura
Qualquer poeta pode continuar-te
Na maior compostura,
Aqui e em Marte
Poesia simples, de entalhadura,
TERRA E CÉU de Ulisses Duarte,
O poeta mostra poemas de finura
Aqui e esvoaçando em Marte
TERRA E CÉU poesia de alvura
Contempla a mãe e a consorte
Década de cinquenta, abertura,
Ulisses Duarte
Brilhante mente de altura
Caminhada de poeta de porte,
Bastantes livros com a sua assinatura,
A contemporaneidade com o poeta se reparte
Deuses dos poetas guardai a aura,
A aura de Ulisses Duarte
“CÉU, TERRA, MAR, UNIVERSO”
Cantou Ulisses Duarte,
No brilho do seu verso!


Daniel Costa

6 comentários:

✿ chica disse...

Sempre lindo,Daniel! abraços, de volta das férias,chica

María Perlada disse...

Bellos versos.

Feliz día.

Graça Pires disse...

Bonita homenagem a Ulisses Duarte.
Uma boa semana.
Beijos.

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Uma bela homenagem meu amigo.
Um abraço e bom fim-de-semana.
Andarilhar

María Perlada disse...

No tienes nada nuevo.

Besos.

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Ótimo sábado
pra você Daniel.
Bjins
Catiaho Alc.