sábado, 29 de outubro de 2016

POEMA ENCONTRO NA ETERNIDADE

Resultado de imagem para IMAGENS PARA ENCONTRO NA ETERNIDADE

ENCONTRO NA ETERNIDADE

Ensaio de oralidade
 EU E VOCÊ
Encontro na eternidade
Música de sinfonia
Felicidade, como deidade
 Flor branca de jasmim
Absoluta lealdade,
Luar conjugado com maré,
Verdade e espontaneidade
Samba de Buarque
Amor de intensidade
Canção romântica
Poema de sensibilidade
Jardim das delícias
Galáxia de astralidade
Éden de benignidade
Garça que esvoaça
Cenário de teatralidade
Romantismo de ternura
Terna docilidade
Universo florido
Encontro na eternidade

Daniel Costa








segunda-feira, 24 de outubro de 2016

POEMA ULISSES DOARTE


ULISSES DUARTE


Aqui e em toda a parte
TERRA E CÉU a capear ternura
A ternura de Ulisses Duarte
Já que a poesia rescende a candura
Qualquer poeta pode continuar-te
Na maior compostura,
Aqui e em Marte
Poesia simples, de entalhadura,
TERRA E CÉU de Ulisses Duarte,
O poeta mostra poemas de finura
Aqui e esvoaçando em Marte
TERRA E CÉU poesia de alvura
Contempla a mãe e a consorte
Década de cinquenta, abertura,
Ulisses Duarte
Brilhante mente de altura
Caminhada de poeta de porte,
Bastantes livros com a sua assinatura,
A contemporaneidade com o poeta se reparte
Deuses dos poetas guardai a aura,
A aura de Ulisses Duarte
“CÉU, TERRA, MAR, UNIVERSO”
Cantou Ulisses Duarte,
No brilho do seu verso!


Daniel Costa

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

POEMA AMOR FLUORESCENTE



AMOR FLUORESCENTE

Sonho persistente,
Rimas de desejo
Amor fluorescente
É de qualquer poeta o almejo
Desejo entre e pró inocente
Alma tranquila no festejo
Amor de simples ambiente
Amor … Amor de brejo
Amor fluorescente
Com o coração cantarejo
Desejo de amor coincidente
Sinal de lampejo
Que seja comovente
Florido de maresia, jeito de beijo
Amor fluorescente
Eu poeta o desejo
Poeta que vive e sente
Desejo ardente
Amor fluorescente

Daniel Costa





segunda-feira, 17 de outubro de 2016

POEMA PROVA DA EFICÁCIA POSITIVA DA MENTE

Resultado de imagem para Imagens para eficacia positiva da mente

 PROVA DA EFICÁCIA POSITIVA DA MENTE
  
Ver o brilho depreciativamente
Será, por vezes, prova de eficácia,
Prova da eficácia positiva da mente,
O poeta poderia dizer audácia,
Que qualquer defeito não desmente,
Porém, pode desmentir a falácia,
Não se, necessita nascer diferente,
Nem além noutra galáxia,
Para se ser humilde e inteligente,
Dotes que todos têm? E pertinácia?
Pertinácia também, ainda que, ignobilmente,
A realçar a humana clarividência,
Eficaz e prestigiante, indelevelmente,
Realçando certa circunstância,
Eficaz, a mostrar inequivocamente,
O brilho de quem suaviza a luta com carícia,
Com mente límpida e intrepidamente
Activa, humana e em evidência,
Prova da eficácia positiva da mente,
 É desdenhar da alheia perícia.

Daniel Costa




sábado, 8 de outubro de 2016

POEMA COITADO DISSE ELA


COITADO DISSE ELA

Aconteceu em Mirandela,
Falando de poetas e poesia,
Coitado disse ela
Citava Ulisses Duarte,
Antigo colega da donzela
Dedicatória de cortesia,
Num livro como baixela,
Na sua leitura, era o que intuía,
Coitado repetiu ela!
Eu poeta entendia,
Não era engano, era lustradela,
Era o gosto em sinestesia
Poesia, bonita singela
A alma exultante, bulia,
Bulia como uma remadela,
Em mar de calmaria,
Fado de viela
O leitor já o admiraria,
 Admiração acentuada em Mirandela,
Do rio Tuela travessia,
Coitado disse ela!

Daniel Costa




terça-feira, 4 de outubro de 2016

POEMA BRILHO RELUZENTE AMARELO

Resultado de imagem para imagens para amor de luz
BRILHO RELUZENTE AMARELO

Brilho singelo
Veloz e reluzente,
Dardejante, amarelo
Estrela cadente
Amor: modelo
Coração ardente
Fé, virtude, de selo
Alma eloquente
Flor de fé e de zelo,
Brilhante coeficiente
Qual violoncelo,
Vibrando comovente
Aguarela de prelo
Luzinha diferente
A construir elo,
Com amor envolvente,
Brilho amarelo
Reluzente,
Doce e singelo

Daniel Costa