A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

domingo, 17 de outubro de 2010

POEMA DINA


POEMA DINA



Uma alma não pequenina
Um grande coração
De uma mulher a parecer menina
Em traços largos
Eis um retrato da amiga Dina
Com quatro letras apenas
Se pronuncia o nome dessa mulher divina
Não mora em Lisboa
Não vive no deserto, está por perto
Encontro-a não à toa
Visitar familiares, por vezes vai a cidade do Porto
Directo sem passar por Lisboa
De natureza romântica adora flores
Nessa faceta aprecia música e a entoa
Romantismo é o seu forte
Tem bastantes amigos do sexo oposto
Conversar, ter a amizade dela
É um prazer e um gosto
Quem deseja ir mais além de uma pura amizade
É certo, sofrerá um desgosto
Dina é uma mulher encantadora
Interessante, porque elegante
Sem necessidade de ser sedutora
Vive só, será apenas por isso
Escreve poemas como paixão amadora
Essa mulher Dina
Sendo bela não é arrebatadora

Daniel Costa

12 comentários:

Sandra Botelho disse...

Que delicia ler teus escritos querido.
Bjos achocolatados e tenha dias de luz!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Que bela Dina! Dadas as devidas proporções, somos muito parecidas, como o Daniel sabe, nos pormenores. Só não sou tão bela.
Parabéns pelo poema, querido!
Para ti:


Seres virtuais

Pedaços que se encaixam

Sorrisos que se encontram

Vontades que se desejam,

Toques que já se sentem.

O silêncio que se rompe no teclar,

As vidas que se encontram a cada pensamento

O sonhar que se agita a cada segundo

Faz-nos crescer em sentimentos.

Os desejos que se cruzam,

Rompem as feridas deixadas pelo tempo.

Perdidos em delírio o vôo é lançado,

E o pouso se dará

Somente no horizonte mais brilhante

Aonde chegaremos a qualquer hora,

Sem sequer sairmos do lugar.


By Renata Cordeiro

És *o* amigo! Beijos**********

Let's disse...

acho q tenho q dar parabéns a DINA!!!

angela disse...

Uma mulher interessante sem duvida.
Gostei.
beijos

Vanuza Pantaleão disse...

Fiquei até com vontade de conhecê-la, Daniel. Mas você a descreveu para nós e Dina, com certeza, é essa maravilha de pessoa e de amiga.
Um Poema maravilhoso!!!

Everson Russo disse...

Uma alma pequenina de um grande coração, isso é muito lindo meu amigo,,,é a essencia da alma exposta,,,abraços fraternos de bom dia pra ti..

Lúcia Leme disse...

Poetiza Dina.
Bonita homenagem.

Bjus

lita duarte disse...

Oi, Daniel.

Belo poema.

Beijos.

Pérola disse...

Boa noite meu querido.
Eu ñ conheço a dona do poema mas certamente é merecedora de palavras tão belas.
Parabéns a ela e a tu meu poeta encantador.
Beijos mil.
Amei a sua visita.

Marilu disse...

Querido amigo, a Dina deve ser uma mulher muito especial, para merecer um lindo poema que você escreveu. Tenha uma excelente semana. Beijocas

Everson Russo disse...

Um belissimo dia pra ti amigo,,,abraços fraternos de paz...

xistosa - (josé torres) disse...

Um poema arrebatado para uma mulher arrebatadora.

Cumprimentos.