A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

domingo, 10 de outubro de 2010

POEMA UM HOMEM


UM HOMEM

Quando a terra arei
No meu Oeste Natal
Várias árvores plantei
Algumas no quintal
Dessas, frutos degustei
Como se fora vendaval
O progresso as derrubou
Devem haver ainda outras com o meu aval
Um dia, o berço deixei
Não nascera para trabalhador braçal
Há muito sonhava com outra vida
Trabalhar na Capital
Interiormente
Fui sou feliz e trabalhei sempre
Com a literatura, a poesia a fervilhar
Outros estudos estavam na mente
Filha ao mundo dei
O bastante que escrevi, publiquei sempre
Outro tipo de árvores: um livro lancei
A fazer fé no ditado
Fiz tudo para ser um homem
Nunca deixei o sonho abandonado
Hoje um homem feito
Como se fosse uma balada, um fado
As três coisas conseguidas
Para andar mais estou preparado
Um homem
Um fado trinado
Os três acontecimentos
Um homem nado

Daniel Costa


13 comentários:

Maria disse...

Querido amigo, um poema que é uma viagem pelo seu percurso ao longo da vida.
Adorei a leitura, é um poeta maravilhoso.
Tenha um excelente Domingo
bjs do tamanho do infinito
Maria

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Parabéns, Homempoetavida! A tua luta jamais foi e será inglória, posto que és .
Beijo querido, Daniel, para o teu dia.


Olhas o amanhecer

Olhas o amanhecer,
vives o amanhecer como o único instante
em que o céu é entreaberto segredo de um deus mudo.

Espera: algo vai se revelar e deves estar pronto
para mergulhar teu sonho num poço de luz casta.

O intocado te espera. E amanhece. E te iluminas
como se trincasses com os dentes a polpa do absoluto.

Alphonsus de Guimaraens Filho

Renata
Bom domingo e apareça, se puder, há muitas novas. Inclusive eu, que já não sou tão nova:)))

Everson Russo disse...

Um homem faz sua historia,,,cultiva sua memoria,,,desenha poemas e vive a vida,,,perfeito,,,abraços fraternos de bom domingo e uma bela semana pra ti amigo.

Let's disse...

Bonito!!! Boa semana!!

xistosa - (josé torres) disse...

Que não seja o pousar da caneta ou de "abrir" o chão para uma semente.
Será que somos realizados com os três desejos (de alguém) cumpridos?
Espero que o último mister tenha decorrido "em grande".
Um abração.

Everson Russo disse...

Uma belissima semana pra ti amigo,,,abraços fraternos.

Marilu disse...

Querido amigo, a vida contada em poesia. Adorei. Tenha uma linda semana. Beijocas

xistosa - (josé torres) disse...

Só para perguntar uma coisa.
Está tudo pago e depois quem faz a distribuição?
Não se desleixarão e o "papel" apodrece por aí num qualquer canto?

Uma boa semana.

Everson Russo disse...

Um belissimo dia pra ti amigo,,,forte e fraterno abraço de paz...

Vanus Pintelhão disse...

não ha mal algun em ser cavador, lavrador... muitas vezes se perde um bom cavador em troca de 1 poeta mediocre. pense nisto! beijos da Vanus

Everson Russo disse...

Um belissimo dia pra ti amigo...abraços fraternos de paz.

Sandra Botelho disse...

Maravilhoso poema amigo poeta.
Um desfiar de vida.Bjos achocolatados

Fátima disse...

Oi Daniel,

Parabéns pelas tuas conquistas, a árvore a filha e o livro. Que tenhas toda súde para colher deles todos os frutos.

Beijos