A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

POEMA CHUVA QUE CAI


CHUVA QUE CAI

O mundo é belo, não sendo chalaça
Olho-o de forma singela
Chove e observo-o por detrás da vidraça
Como um pensador meditando
De mansinho vou vendo a gente que passa
Imagino o mundo amando
A chuva cai, bate na vidraça
Fico cismando como o mundo podia ser belo
Mesmo com a chuva que grassa
Reparo na passagem das gentes
Passam as belas felizes
Assim como muitos que se vê serem carentes
Cada qual a seu modo
Todos com vidas diferentes
Enquanto a chuva cai
Cai na rua e na vidraça
Os meus sentidos vagueiam
E olho quem e como passa
Gente no seu frenesim, no seu vai e vem
Anda no mundo como quem esvoaça
A labuta da decrepitude e da juventude
Que vive e se entrelaça
A chuva cai grossa com fervor
Vem bater na vidraça
Não será um acto de amor
Cogitar sobre quem passa?

Daniel Costa

13 comentários:

Marta disse...

Reparar nas coisas que fazem pensar...
Que o mundo até faz sentido....quando temos o tempo e sentimos a beleza da chuva que caí...
Beijos e abraços
Marta

Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Um poema lindo como sempre as palavras retratam a vida, adorei.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Mariazita disse...

Boa noite, Daniel
É, com certeza, um acto de amor pensar nas pessoas que passam.
Sabes? a mim a chuva põe-me melancólica. Gosto muito mais de sol, embora saiba que a chuva é muito necessária ao planeta.
E permitiu-te fazer um poema belíssimo...

Noite feliz e boa semana. Beijinhos

Desnuda disse...

Querido amigo.

Mais um belo poema inspirado pelas suas observações sentimentais.

Carinhoso beijo e boa semana.

PÉ DE MÚMIA disse...

A minha mensagem de hoje para você é:

a vida é curta, quebre as regras, se apaixone, beije demoradamente,
ame verdadeiramente, ria incontrolavelmente
e nunca deixe de sorrir,
por mais estranho e pequeno que seja o motivo.

Te amo...tua amiga...

Everson Russo disse...

Chuva que cai e muda o semblante do mundo,,,refresca,,,traz alivio e as mais belas paisagens do amor e do interior...abraços fraternos de bom dia pra ti amigo.

MAILSON FURTADO disse...

BElo post!!!

Belo blog...

Gostei muito, PArabéns...

Virei aqui mais vezes...

Convido vc a conhecer meu trabalho (poesia, teatro, música)

FIcaria muito feliz... http://mailsonfurtado.com

Drika disse...

...chuva que cai na terra seca é ato de amor, com certeza, e as flores, frutos e até o mato é a resposta desse amor a nós. Gosto do barulho da chuva que bate na vidraça =)

Um abraço no coração, Daniel!

nacasadorau disse...

Amigo Daniel!

É sim, é um acto de amor, de doação aos outros, aos anónimos que passam na nossa vida, mesmo que só do lado de fora.

Belíssimo
Parabéns.

lita duarte disse...

Daniel, é tão bom ficar assim, observando essa chuva que cai.

Beijos.

Sandra Botelho disse...

Sabe amigo escrevi algo a esse respeito dia desses.
Qualquer hora posto.
Lindo demais teus escritos...Todos...sempre...
Bjos achocolatados e uma linda semana pra ti.

Everson Russo disse...

Um belissimo dia pra ti amigo,,,abraços fraternos.

Multiolhares disse...

cada ser que passa com a sua vida a sua sorte e desgraça, e nós ao olharmos na nossa imaginação vamos desvendando sem desvendar
beijo