Translate

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

POEMA SOLIDÃO


SOLIDÃO

Não desdenhem da minha opinião
Aquilo a que chamamos a nossa alma
Passa por muitos estados, entre eles a solidão
A solidão, a própria, dá-se quando a pessoa sente um vazio
Falta uma companhia, sente esse vazio com certa razão
Porém o desejo de estar solitário pode assolar
Assolar, em muitos casos o coração
Pode ser desejo e paixão, de amar
Estar com o par mais num acto de pura solidão
Será uma forma de estar
De se fundirem duas almas em pura paixão
Solitário pode não ser o mesmo que desacompanhado
Quantas vezes, se vagueia solitário no seio de uma multidão
Nesse estado se pensa um poema
Um tema que depois é escrito na extrema solidão
Comigo aconteceu estar menos solitário, só
No descampado, rural, que fazendo parte de uma multidão
O facto, é que no meu mundo aprecio muito o amor
Se gosto de períodos de solidão prezo o amor e a união
Este mundo pode parecer complicado
Mas não, podemos sempre equacioná-lo em solidão
Compreendê-lo no seu todo
Compreender que as pessoas devem ser como são
Formando um mundo a merecer
Que apreciemos e amemos todos os humanos então
Somos convidados a fazer parte do mundo
Amemo-lo, ainda que solitários, sempre com paixão

Daniel Costa


14 comentários:

Sandra Botelho disse...

Meu doce amigo poeta...
As vezes a solidão nos assola mesmo.
Nos sentimos solitários mesmo que rodeados de pessoas.
Mas eu li certa vez que "só sente solidão quem não gosta da propria companhia."
Será?
Adoro ler-te ,meu lindo.
Bjos achocolatados e um dia de luz pra ti.

Marilu disse...

Querido amigo,muitas vezes a solidão é nossa melhor companheira. Mas nem sempre rsrs...Lindo poema. Feliz 2011 Beijocas

Marta disse...

Há, sim momentos em que gostamos de estar sós...Nada tem a ver com o amor, a paixão, a amizade....
É o "lavar a alma"...o recomeço...
Lindo, Daniel....
Beijos e abraços
Marta

angela disse...

Amigo poeta solidão as vezes é bom e as vezes nos pega de um jeito que não tem quem nos tire dela.
Muito interessante o poema, nos faz refletir sobre a danada que as vezes é boa e as vezes é um horror.
Um feliz 2011 um pouco atrasado e que tenha muitas alegrias e saúde junto as pessoas que ama.
beijos

lita duarte disse...

Daniel,
há momentos de solidão, mas quem é solidário chuta a solidão para bem longe.:)

Bjos.

SAM disse...

Daniel,

que poema bonito! Fala da solidão que nos assola muitas vezes, mas que nos chama também a reflexão quando diz uma verdade que enriquece o espírito:

"Que apreciemos e amemos todos os humanos então
Somos convidados a fazer parte do mundo
Amemo-lo, ainda que solitários, sempre com paixão"

Maravilhoso, amigo! Obrigada.

Carinhoso beijo

Pensador disse...

A solidão pode ter seu lado bom, quando usada para nos ajudar a encontrar nosso equilíbrio interior...

Everson Russo disse...

Meu amigo, taí um tema coplicado e constante em nossas vidas, a solidão, que normalmente pela sensibildade da alma, traduz em belos versos como os seus,,,e a gente fica apenas a olhar pela janela do infinito a espera que essa solidão um dia se vá...abraços fraternos de paz.

São disse...

A solidão é preferível mil vezes a uma má companhia, meu amigo.

Um bom dia para ti.

Mariazita disse...

Meu caro Daniel
Há muitas formas de solidão, como muito bem apontas no teu poema.
E se «estar só» por vezes é necessário e muito agradável, «sentir-se só» é muito diferente, e, dependendo da maneira de ser de cada um, pode ser muito doloroso.
A propósito, lembrei-me de um "dito" da minha Mãe:
- "Só se veja quem só se deseja".

Continuação de boa semana e de bom ano.
Beijinhos

Whispers disse...

Meu querido Daniel,
Desejo que o teu 2011 esteja a ser maravilhoso.
Obrigado por teres feito parte do meu 2010 e obrigado por continuares a fazer parte do meu 2011.
Mil beijos
Rachel

Jacque disse...

Lindo Poema, como sempre, amigo...
Gostei muito de sua visita e comentário no Blog SENTIMENTOS... Fazia um tempo que eu não postava um vídeo...

Everson Russo disse...

Um dia cheio de poesia e paz pra ti amigo...abraços fraternos.

Pérola disse...

Na minha solidão eu sou dona da minha própria voz,preciso dela de vez em quando.
Me encontro melhor,sem magoas e sem receios.
Parabéns,muito lindo.
Beijos meu grande amigo.