A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

segunda-feira, 14 de março de 2011

POEMA EXCLUSIVIMO



ESCLUSIVISMO

Há inúmeras manias
Por vezes são fantasia
Tenho a minha bizarria
Delas falaram-me um dia
No momento uma tara definia
Desde então sempre a revia
Falar dela me comprazia
Talvez devido ao novo século
Que chegou um dia
Do anterior não ficou dor
Não ficou desamor
Questiono se fiz
Se a conjuntura o fez
Algo de exclusivismo
Anotei uma vez
Aos dezasseis anos
Ganhar jorna de homem
No Casal Torneiro
Terá sido favor que um deus fez?
Aventura, força de querer, sensatez?
Estimulante talvez
Porque cavei
Acima da média, a jorna, ganhei
Em três concelhos do Oeste
Peniche. Bombarral e Lourihei*
No campo, de sol a sol trabalhei
Na guerra de Angola
À coordenação do rancho cheguei
Em Lisboa, trabalhando e estudei
Nos trabalhos dirigi e coordenei
Que mais sei?
Ou por outra, quanto mais observo
Quanto mais procuro, menos sei
Mas este é o meu tempo
O de me achar com direito
A alimentar a mania
Da exclusividade do dia

Daniel Costa

* NOTA: O EI era muito, da fala popular,
               no meu Oeste natal.
             Aqui refere Lourinhã.




10 comentários:

Everson Russo disse...

Que seja intenso esse dia...essas lembranças...abraços fraternos de bom dia pra ti amigo.

Marta disse...

Todos temos o direito de ter um dia exclusivo, só nosso, Daniel...
Interessante....
Gostei...
Beijos e abraços
Marta

Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Passando para oferecer o meu selinho de 500 seguidores...feito de amizade e carinho.

Beijinhos
Sonhadora

Perola disse...

Eu voltei meu amigo a pedido de muitos amigos.
Também pq ñ resisti rs.
Volto depois,estou resgatando meus amigos rs.
Beijossssssssssssss
Ñ te deixarei sem meus textos rs

Everson Russo disse...

Um belissimo dia pra ti meu amigo,,,abraços fraternos...

Perola disse...

Oi meu amigo querido.
Adorei seu texto e ele me da o direito de lhe dar total exclusividade de ser meu eterno amigo,sua grandiosidade e seu crescimento espiritual denota em vc um homem de fibra como poucos.
Beijos enormesssssssssssssss

Drika disse...

Olá meu amigo Daniel... boa noite! Passo por aqui para lhe agradecer a lembrança lá no meu blog, o carinho...=) deixa-me feliz!
Você é uma pessoa como seu poema aí, exclusiva, única... agradeço a vida por sermos amigos =) Deus te abençoe muito muito....
Um abraço no coração...
Drika

Drika disse...

Olá meu amigo Daniel... boa noite! Passo por aqui para lhe agradecer a lembrança lá no meu blog, o carinho...=) deixa-me feliz!
Você é uma pessoa como seu poema aí, exclusiva, única... agradeço a vida por sermos amigos =) Deus te abençoe muito muito....
Um abraço no coração...
Drika

Desnuda disse...

Querido amigo,

Na amizade, como poucos sabem ser, você é um ser único e exclusivo para seus amigos. Belo poema .

Carinhoso beijo, Daniel.

Everson Russo disse...

Um belissimo dia pra ti meu amigo...abraços fraternos.