sábado, 18 de fevereiro de 2012

POEMA AMOR DESCABELADO

AMOR DESCABELADO

Quiçá amor desejado
Algures noutra galáxia
Sonhei com um amor descabelado
Longe de sentir como falácia
Senti-me atordoado
O amor que senti seria de diferente galáxia?
Seria desejo, o amor descabelado?
O amor era de beleza
No sonho parecia um amor prendado
Seria desejo?
Desejo de ser beijado
Amar um ser de outro mundo seria desejo de ensejo?
Seria amor prendado?
Naquele sonho de desejo
Amor descabelado
À antiga, tentei roubar um beijo
Num misto de homem e ser alado
Seria arroubo de poeta?
De sentir amor abrilhantado
Noutra galáxia, num mundo de outro planeta
Amor descabelado
De outra galáxia
Amor multifacetado
Quando o sonho findou
Ficou o amor, a ideia de um ser amado
O coração saltou, a mente imaginou
Um bonito amor descabelado

Daniel Costa


6 comentários:

Marcia disse...

Amigo querido que poema lindo,saudades e vim te ler um bjo!

Severa Cabral(escritora) disse...

Amigo Daniel !
O amor tem diversos níveis e variadas dimensões.E porque não ele também chegar de uma forma impudica trazendo no seu desalinho toda a força do amor verdadeiro...
Abç.

Everson Russo disse...

Que seja amor de todas as maneiras...abraços fraternos de boa semana.

Evanir disse...

De todas as maneiras o amor é lindo!!
A moda antiga ou moderna descabelado ainda melhor.
Certamente foi de muitos afagos.
Amigo querido aqui estou para colocar em ordem minha leitura no seu blog.
A ausência já conversei contigo.
Espero não deixar meus amigos sem visitas fico triste querido mais muitas vezes é preciso.
Saiba que tenho profundo carinho e amizade por ti .
Estará para sempre em meu coração.
Linda semana beijos no coração.
Evanir..

Marta disse...

Mas o amor é isso mesmo...
Sonhos, desejos e imaginação....
Lindo...
Beijos e abraços
Marta

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo...abraços fraternos.