A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

POEMA ORA FAVAS!


ORA FAVAS!

“No tempo da fava
a mãe não faz nada
no tempo da ervilha
nem a mãe nem a filha”

Vai á fava, vai à malva
O aforismo fazia sentido
No século passado, vai à fava!
Na Primavera era de menu diário
Se descascavam e a mãe as cozinhava
Saca cheia, saca vazia
Em grande extensão se criava
Diariamente grande taxada se cozia
Com chicharro seco, regadas a azeite
Era deleite, se comia
Comida de plebeu
Manjar de rico parecia
O faval todos dias ficava devastado
Ao outro dia
Aparecia renovado
Saca cheia, saca vazia
Ficavam sobras, para secar no eirado
Aconteceu num belo dia
Da mãe era acompanhado
Teria nove anos apenas, cegar as costaneiras
Me divertia, naquele dia a parecer aziago
A foice uma canela perfurou
As costaneiras para cozer o pão serviam
O sangue jorrou
Tranquila a mãe não se desmanchou
Com um pedaço de casca da seca fava o estancou
Fixando ali o pedaço da casca
Que só caiu quando o buraco sarou
Terminou aí a saga
Verdade seja dita
Aprender quando se vai à fava!

Daniel Costa

18 comentários:

lita duarte disse...

Essa vida é assim, dá para aprender com tudo o que nos acontece.

Fava é saborosíssima!:)

Olhos de mel disse...

Nossa meu amigo; belo poema! Isso é que é aprender com a própria lida.
Beijos

Severa Cabral(escritora) disse...

Amigo Daniel!
Sou admiradora dos seus poemas pelo fio condutor que vc se guia.Outro dia vc fez um falando do inhame.Hj da fava.Uma leguminosa que poucos conhece.Apesar de ser tão antigo quanto a idade da pedra.Aqui no Brasil temos até hj essa plantação,A fava continua sendo usada na culinária nordestina,tem um grande teor de proteinas e carboidratos...
Agora seu poema ganhou emoção e cor por vc falar da sua lida diante dessa vagen que contém uma semente misteriosa...sei muito bem como ter passado por isso,pois tbm passei,então juntos temos muito que recordar.

Marilu disse...

Querido amigo, minha mãe me mandava as favas várias vezes por dia rsrs. Adorei seu poema. Beijocas

Everson Russo disse...

A vida é um eterno aprendizado meu amigo...abraços fraternos de bom dia.

Ana Martins disse...

Bons velhos tempos aqui recordados!

Beijinho,
Ana Martins

Sherazade disse...

Oie meu amigo querido; gosto da transformação da vida em versos, como você, sabiamente faz aqui.
Bela prosa poética!
Beijos

Evanir disse...

Querido Amigo.
Hoje me fez recordar de quantas e quantas vezes minha mãe e avó também me mandava plantar favas .
Adorei seu poema lindo e querido gênio da poesia.
Um lindo Dia para você beijos no coração.
Evanir..

edumanes disse...

Vai à fava expressão,
Vai apanhar favas para comer
Separadas do feijão
Põe no fume para cozer.

Na primavera favas se comiam
Era assim lá no Alentejo
Com azeitonas quando haviam
À sombra da azinheira lá brejo!

Obrigado Caro amigo Daniel Costa pela sua visita e amáveis palavras.
Um abraço
Eduardo

Everson Russo disse...

Um excelente final de semana pra ti meu amigo...abraços fraternos.

Evanir disse...

Que o amor seja nosso único vício, multiplicado pelo número infinito,
tenha o total igual ao das estrelas no céu ou de gotas de água no mar,
e seja dividido em nosso santuário de paz.
*Everson Russo*Meu Filho*
O amor realmente é a unica força capaz de mover o mundo
nos dias de hoje pouco se fala de amor .
Tudo que mais vemos é guerra pelo poder estamos
vivendo um mundo violento muito longe da paz que tanto almejamos.
Um lindo e abençoado final de semana.
Beijos de paz e luz..
Evanir...

MARILENE disse...

Mandar às favas é uma expressão que muito ouvi em minha infância (rss).
E você construiu lindos versos com esse fundamento. Bjs.

Everson Russo disse...

Um belo sábado pra ti meu amigo...abraços fraternos..

Maria Luiza Silveira Teles disse...

Aprendendo com a beleza da vida, não é, Daniel?! Lindo o poema como todos os seus.
Eu o espero lá no meu canto poético... Visite, também: www.mluizateles.com . Tenho vários amigos portugueses.
Abraço carinhoso,
Maria Luiza

Sonhadora disse...

Querido Amigo

Passando para deixar um beijinho e ler mais um belo poema, como sempre.

Beijinhos
Sonhadora

Everson Russo disse...

Uma bela semana pra ti meu amigo...abraços.

Maria disse...

Meu amigo poeta sempre brilhante seu escrever, adorei!
Bom domingo
beijinhos
Maria

Bete M. Silva disse...

Lindo poema.

Bjss.