terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

POEMA DOSE DE LOUCURA


DOSE DE LOUCURA

Será a humana brandura?
Que me importo pensem que tenho uma dose,
Uma dose de loucura
Serei capaz de a erguer
Numa noite escura
Como um facho a arder
Por uma causa das que a sociedade não atura
Quem a brandir terá de temer, fazer-nos tremer
Se nos pedem com um misto de humidade e secura
Nossa mão, deveriam lamber
Ser capazmente íntegros, para não semearem a agrura
Pensem um mundo, usando uma dose,
Uma dose de loucura
Não valem vigílias
É preciso semear em tempos de amargura
Para o conseguir não servem chás de tílias
Que a tocha fique incandesce na noite escura
Criar espírito de união
A iluminar caminhos
Para que todo o mundo fique a flutuar em comunhão
Que os grandes senhores
Tenham espírito de missão
Que evitem nefastos esplendores
E procurem a necessária preparação
Para semearem amores
Devem ao povo essa atenção
Amem sempre senhores
Paguem tributos de menção
Para que termine a agrura
Que todos, sem excepção!
Ergam um facho a arder na noite escura
Utilizemos, em união,
Cada qual uma dose de loucura

Daniel Costa


13 comentários:

Severa Cabral(escritora) disse...

Belo alvorecer amigo Daniel!
Viajar no seu poema é viajar numa frase que tem no livro FOLHAS DE OUTONO(romance)Escrito por Severa Cabral.
..."Felizes são os loucos que perderam a noção do ridículo e nem por isso são menos queridos"...
Certa dose de loucura nos fazem felizes.Pois a loucura habita no meu corpo na medida certa.Quem não tem loucura em sua vida,vive no mundo diminuiivo.E eu vivo nun mundão,por isso que sou feliz...
Abç!

Everson Russo disse...

Pra apimentar o caminho, a vida, os sonhos, sempre haverá a necessidade de uma dose de loucura dentro do peito,,,abraços fraternos de bom dia pra ti amigo.

Marcia disse...

A loucura de amar fascina...!

Maria Luiza Silveira Teles disse...

Lindíssimo! É preciso ter uma dose de loucura para ser diferente e ver a vida peloso prismas que o homem comum não vê... Só assim se pode ser poeta, espalhando beleza, amor, paz e, ao mesmo tempo,expondo as feridas da sociedade e propondo novos caminhos.
Vc me autoriza a reproduzi-la?
Abraço amigo,
Maria Luiza

Ma Ferreira disse...

Lindo poema.. sensual.
O que seria da vida sem uma dose de loucura?
um beijo

Ma Ferreira disse...

Lindo poema.. sensual.
O que seria da vida sem uma dose de loucura?
um beijo

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo...abraços fraternos.

Marta disse...

Há sempre uma dose de loucura em tudo...
Para recomeçar a viver....
Beijos e abraços
Marta

Maria Luiza Silveira Teles disse...

Daniel: Enviei-lhe um e-mail, mas ele voltou... Quero agradecer-lhe pela visita, pelos comentários e por passar a me seguir. Já postei o seu belíssimo poema em minha outra página, já que Poesias da Lu é somente de minha lavra. Faça uma visita lá: é www.mluizateles.com.
Um abraço carinhoso,
Maria Luiza

LOURO disse...

Olá Daniel!
Que bela dose de loucura!!!
Que todos, sem exepção! Ergam um facho a arder na noite escura...
Lindo!!! Gostei!!!

Abraço,
Lourenço

xistosa - (josé torres) disse...

É a loucura que nos impele continuar a viver e esquecer as vicissitudes desta vida.
Um abração

Everson Russo disse...

Um belo final de semana pra ti meu amigo...abraços fraternos.

Maria selma disse...

Amigo Daniel,
Belo poema,
um pouquinho de loucura não faz mal a ninguém,
em pequena dose faz a vida ficar melhor...
beijos ,
otimo fim de semana,