A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

segunda-feira, 6 de julho de 2015

POEMA ANJO DA FRATERNIDADE



ANJO DA FRATERNIDADE


Cultivemos a afabilidade

Vivamos com mansidão

Anjo da fraternidade

Pugnemos pela vastidão

Evitemos a subjectividade,

Gerando clima de certidão

Procuremos a afinidade

Intransigentes na rectidão

Voguemos na lealdade

Escutando a aptidão

Que nos guia na verdade

Nos caminhos da gratidão

Guiados de serenidade

Amemos com a razão

Amemos com apostolicidade

Festas de exactidão

Alvoradas aromaticidade

Auroras de prontidão

Anjo da fraternidade

Angélico bordão!

 

Daniel Costa

 

 

 

5 comentários:

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Lindo poema com imagem da amiga querida Severa Cabral.
Bjs Daniel e uma ótima semana.
Carmen Lúcia.

✿ chica disse...

Que legal,Daniel e adorei rever a Severa por aqui! abração aos dois! chica

Marta Vinhais disse...

É cimentar a amizade...
Lindo...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Vera Lúcia disse...


Saudades da Severa, Daniel.
O poema é belo e altruísta.
Nosso lema deveria ser este do início do poema: "Cultivemos a afabilidade/ Vivamos com mansidão". Teríamos, sem dúvida, um mundo melhor e mais fraterno.


Abraço.

MARILENE disse...

Que bom ver a Severa, tão sumida! Há palavras e propósitos louváveis em seus versos. Abraço.