A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

domingo, 12 de julho de 2015

POEMA JÓIA RARA



JÓIA RARA

 

Beleza de seara!

Exclama o agrário

Jóia rara

Leitura para literário

Tudo se equipara

Patena em sacrário

Música de câmara

Anjo honorário

Jóia rara

Bonito cenário

Aveludado de pêssego e tâmara

Evangelista e seu breviário

Mulher bonita de tiara

Catita comentário

Jóia rara

Piropo temerário

Poesia clara

Desejo, como corolário

Jóia rara

Lampejo binário

Jóia rara!

 

Daniel Costa

 

 

7 comentários:

✿ chica disse...

Linda Severa, um joia que enfeita tua linda poesia! abração,chica

Mulher na Polícia disse...

Bravo!!!

Sabia que tinha uma musa inspiradora!

PERSEVERÂNÇA disse...

Amável sua postagem! Querida Severa que tanto me faz falta no blog, ao ver assim com esse sorriso maravilhoso representando ao lado norte/nordeste me deixa feliz; sua poesia e seu carisma representa e muito bem o lado mulher batalhador.
Parabéns para ambos e muito obrigada por ter me permitido conhece-los mesmo que seja via internet.

Nicinha

ॐ Shirley ॐ disse...

Lindo poema exaltando a simpatia e a ternura da Severa.
Beijos aos dois queridos!

Smareis disse...

Linda Severa, sempre brilhando nas fotos.
Ando ausente Daniel por isso tenho estado tão ausente daqui do seus blogs. Estou te devendo uma resposta ao email. Aguarde que logo te escrevo ok?
O poema ficou maravilhoso.
Uma ótima semana cheia de sorrisos.
Um beijo embrulhado num abraço!

Vera Lúcia disse...


Que elegância da Severa, hein?
Joia rara versada com o carinho e admiração do poeta, que também é joia rara.

Lindo!

MARILENE disse...

Atribuímos esse elogio à preciosidade do que nos inspira. E você o fez, lindamente, como homenagem a essa amiga querida. Abraço.