sábado, 3 de janeiro de 2009

poema

VELHO ELÉCTRICO

Desembarcando dum Cacilheiro
A primeira vez a Lisboa passei
Chegava do Algarve
Era noite, viajava via Barreiro
Estava a meio de uma odisseia
Uma viagem sem parceiro
Percorri a pé a Rua
Do Terreiro do Paço
Até à Praça da Figueira, primeiro
Aí o Metro tomei
No subterrâneo viajei
A minha primeira vez
No Campo Grande
A ligação ao Eléctrico apanhei
Foi em Novembro
De sessenta e um,
Sempre recordarei
Mais tarde muitas vezes
No velho Carro Eléctrico andei
Lá ia ele prazenteiro
O da Graça
Sempre à roda, num vai e vem
Os da Avenida da Liberdade
Passavam muito também
Praça do Chile, Benfica
Prazeres, Cais do Sodré
Sempre num vai e vem
Estrela, Xabregas, Dafundo
Amoreiras, Morais Soares, Arieiro,
Avenida Almirante Reis primeiro
Gomes Freire era, pois ainda é!...
Carnide, Alto de S João
Pois então
Pampulha, Alcântara, Ajuda
Tudo tinha sentido
Eléctricos em qualquer ocasião
Ficaram alguns para turistas
Ainda os elevadores
Da Glória, do Lavra, da Bica
O artístico de Santa Justa
Visões de verdadeiro artista
Carros Eléctricos formavam um mundo
A velha Lisboa
Movimentava-se nos amarelos
Transportes do povo de então
Aqui uma recordação

Daniel Costa


17 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

Querido Daniel, e que bela recordação... Fizeste-me reviver esses tempos... SIMPLESMENTE ADOREI Amigo...!
Um grande abraço de carinho e ternura,
Fernandinha

jo ra tone disse...

Bem visto Daniel.
Por aqui havia quem lhe chamasse
" carro amarelo com um pau às costas",
Abraço

Líria disse...

Venho agradecer a sua visita e desejar um feliz 2009.
Achei engraçado este seu poema falando de carros eléctricos em Lisboa, que agora já se vêm pouco.
Espero voltar a recebê-lo no LÍRIOS.
Bjs
Líria
PS- A minha amiga Mariazita postou lá hoje um poema muito bonito.

Anita Fonseca disse...

Obrigada pela visita. Que tenhas um belo 2009. Lendo seu poema aprendo sempre mais.

Um abraço.

mariam disse...

Daniel,

gostei mesmo muito deste poema!

um dia ainda hei-de saber pintar um eléctrico subindo uma das mais que típicas ruas da "velha e linda" LISBOA!

renovo os votos de bom ANO!

um abraço e o meu sorriso :)
mariam

Bandys disse...

Daniel,
Muito legal poder ler e saber mais um pouquinho.

E por isso venho
Estou aqui.
Procuro palavras,
coisas e fatos,
que nos meus relatos
te façam sonhar.

Que não o deixem
esquecer a doce magia
que nasceu um dia,
num simples teclar.

Beijos

Sonia Schmorantz disse...

Falar de experiências vividas, é vivê=las duas, três, quatro vezes...quando vale a pena, é sempre maravilhoso recordar.
Um lindo final de semana

Véu de Maya disse...

Daniel,

m belíssimo retrato de Uma Lisboa saudosa onde o fado e o cosmolitismo continuam felizmente... mas agora humanamente mais triste e pobre...dados os problemas tantos que se instalaram...

Bom Ano Pra si

Véu de Maya.

EternaApaixonada disse...

*****

Salve querido amigo Daniel!

Bom encontrar-te no primeiro post deste ano, no Sintonias! Faz-me feliz e enriquece meu blog a sua presença!
Estou retornando aos poucos...
Que saudades relembrar tempos assim! Fez-me voltar no tempo também e cá andar quando criança... Tempos bons!
Que 2009 lhe seja muito camarada, inspirador e amoroso em seu coração!
Bom final de domingo e um início de semana muito doce!
Beijos com meu carinho

*****

vero disse...

Meu amigo, já tinha saudades deste teu cantinho e dos belos poemas que aqui nos deixas!

Um bom ano 2009 para ti...

Beijinhos

Ana Martins disse...

Caro Daniel,
bons velhos tempos!
O velhinho eléctrico já está " reformado ", mas ficará na memória de quem não o esquece.

Lindas recordações!

Beijinhos,
Ana Martins

Ricardo Valente disse...

Muito bom! Gostei demais! Abraço! Feliz 2009!

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Daniel.

Esse seu poema é para muitos uma bela recordação. Sempre aprendendo um pouquinho mais. Adorei!!! :-)

********

"Se o seu coração é capaz
de sentir os seus sonhos,
e se você os deseja realmente,
não se desespere por nada;
pois quando você olhar para o céu
e ver as estrelas brilhando acredite:
esse é o momento em que os seus sonhos
poderão ser verdadeiros."


** Tem um MIMO de 2009 para você no BRINCANDO COM ARTE. **


ÓTIMA SEMANA PARA VOCÊ!!!

♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥

Olhos de mel disse...

Oie lindinho, recordações que nos fazem sentir saudades...
Boa semana! Beijos

ANA DINIZ disse...

O elétrico transporte contagia a sua alma que se torna frenética numa emoção cadenciada por tensão, um pouco de medo e desbravamento, conquista.

Estas lembranças que divides conosco te fazem reviver uma fase mágica, gostosa, de sua vida! Revisitas com prazer estas áreas da alma e nos presenteia com sensações vívidas e intensas!


Beijos, meu grande amigo!

Ana

Carla disse...

lindo este poema em forma de recordação
beijos e um bom ano

xistosa - (josé torres) disse...

Eram do povo, mas uma viagem para Benfica, Jardim Zoológico, custava $70, sim , setenta centavos e ainda tinha que ir mais de metade da viagem pendurado ...

Amarelos do meu tempo ... de Lisboa e Porto ... que grata saudade que está para regressar.