A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Poesia Experimental

PENSAMENTO EM VERSO

Como poderá um antigo cavador


Chegar a ser poeta?

Perguntará um qualquer vaidoso

Enfim até um pateta

Em nome de Moisés responderei:

Durante bastantes anos

Com companheiros de mãos grandes

Afagando a enxada, a terra desbravei

Depois alguma poesia publiquei!


Daniel Costa - in "JORNAL DA AMADORA" - 02/11/2006


NOTA:

O poema, diga-se poesia experimental, é a repetição do editado, no mitalaia, em 25/07/2007.

TRÊS PERGUNTAS FICAM POSTAS:

Será possível, um cavador de jorna (de eleição) chegar a publicar poesia?

Será possível, um cavador do jorna (de eleição) criar, registar oficialmente, dirigir e editar uma publicação?

Será possível, um cavador de jorna (de eleição), figurar num Anuário de Inglaterra, como editor?

Entretanto, veja o pensamento de que editei, de Teixeira de Pascoais, no blogue arneiro.
http://sol.sapo.pt/blogs/arneiro/default.aspx

Daniel Costa

14 comentários:

Val Du disse...

Oi, Daniel.

"Épreciso crer para ver".

Parabéns meu amigo.

jo ra tone disse...

Daniel,
Quem mais poderá fazer real poesia senão aquele que a vive/viveu no seu dia.
Um cavador terá muito que contar.
Penso que em cada cavadela poderá surgir um verso
Abraço

FERNANDA-ASTROFLAX disse...

QUERIDO DANIEL, CONCORDO COM A FRASE... É PRECISO VER PARA CRER... UM ABRAÇO,
FERNANDINHA

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Muito interessante o que diz Teixeira de Pascoaes. E vc está de parabéns pelo seu poema, que suponho verídico.
Daniel:
Publiquei a resenha de "A Dança dos Vampiros", paródia dos filmes de terror, no Galeria. Apareça, meu amigo.
Um abraço,
Renata

Sonia Schmorantz disse...

A vida é poesia, depende de como a vêem, e qualquer que a veja assim, será sempre poeta, não importa o que faça.
um abraço

xistosa - (josé torres) disse...

E são poemas mais profundos e verdadeiros, saídos da vivência que muitos não têm

Maria disse...

Daniel vim agradecer a sua visita, que muito me honrou. Eu fui lida em Portugal! Mais uma maravilha que a internet nos proporciona, não é mesmo? Que Deus abençoe quem inventou os blogs!
Gostei muito dos seus blogs, suas poesias experimentais são ótimas.
Vamos ser amigos, ok?
Abração da
dona poesia

Roderick disse...

É com vivências que se "aprende" a escrever.
Abraços

Angel of Light disse...

Olá amigo!.

Obrigada pelos parabéns deixados ao Francisco no blog da Laurinha. O Francisco é meu filhote!

Beijinhos de Amor e Luz.

Laura disse...

Claro que será possivel, na vida tudo é possivel, haja ou não muita instrução. Houve poetas que só sabiam escrever poesia e mais nada, muito incultos, muito saloios como lhes chamavam, mas, a prova estava ali na riqueza de poesias que deixaram...

Não é poeta quem quer, é poeta quem tem de ser e sabe que o que escreve, vem de dentro..Parabéns Poeta da mitalaia...

Líria disse...

Querido Daniel
Ultimamente, tem sido só a Mariazita a postar. Os estudos absorvem-me muito tempo, e como estão em primeiro lugar, A Mariazita tem me feito o favor de manter o blog activo. Não sei se ela vai querer fazer isso muito tempo. Vamos ver, senão terá que fechar.
Como ela tem estado ausente, resolvi eu postar um poema da minha poeta preferida - Florbela Espanca.
Espero que vás ver e que gostes.

Gostei do teu poema. Acho que um cavador pode ser um poeta, sim. A verdadeira poesia está na alma do povo.

Beijos da Líria

Carlos Barros disse...

Caro Daniel,
Aproveito a ocasião dessa excelente postagem para trazer à memória um poeta que se encaixa bem nesse propósito (Patativa do Assaré).

Caso não o conheça, deixo dois links: Um, com uma de suas poesias, chamada “Aos Poetas Clássicos” no link abaixo:

http://www.jornaldepoesia.jor.br/anton03.html

E o link de sua biografia:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Patativa_do_assar%C3%A9

Um grande Abraço!

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Daniel.

Três perguntas e uma única resposta: "E por que não?"

Você escreve super bem. :-)

******

QUE SEU FINZINHO DE CARNAVAL SEJA BEM DIVERTIDO!


♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥

Ana Martins disse...

Na vida não há impossiveis!
Daí eu ter que deixar aqui escrito que sim "é possivel"

Beijinhos,
Ana Martins