A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

domingo, 26 de abril de 2009

poema








MEDALHAS GANHAS DE QUE POSSUO DIPLOMA
MEDALHAS

Recordações amadas
Como as medalhas são
Carinhosamente guardadas
Medalhas representam
Da vida, pequenos nadas
Há medalhas de colecção
Podem representar
Um tema, um criador de devoção
Bastas vezes editadas
Para uma comemoração
Também para perpetuar
Qualquer distinção
Casos há em que de per si
Se transformaram em colecção
Há diplomas escritos
Mencionando o objectivo da doação
Mais ou menos bonitas
Representam dedicação
Ouro, prata dourada, bronze
Consoante se julga e a menção
O poder económico
Também é tomado em atenção
Grandes e pequenas
Merecem reflexão
Representam
Períodos de devoção
Acabam por representar valores
Grata recordação
Variadas procedências mundiais
Os motivos estão registados
Nos seus próprios anais

Daniel Costa


16 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO DANIEL... SUBLIME POEMA AMIGO!!!
ABRAÇO DE CARINHO,
FERNANDINHA

Mariazita disse...

Meu caro Daniel
É reconfortante receber medalhas. Mas mais importante do que recebê-las, é merecê-las.
E tu, de certeza, mereceste todas as que tens.
A história das tuas medalhas resultou num belo poema.

Um bom final de tarde.

Beijinhos
Mariazita

Ana Martins disse...

Caro amigo Daniel,
lindas recordações, também guardo algumas que eram do meu pai.

Beijinhos,
Ana Martins

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Parabéns pelo poema e pelas medalhas!
Quando eu estava na escola, todo ano recebia medalhas, mas nunca as guardei, nem sei onde esytão. E diplomas? Para você ter uma idéia, só fui retirar o meu diploma do secundário, que terminei em 1981, o ano passado, pois o que importa é o certificado.
Deveria ter guardado as medalhas e os diplomas que recebi desde os 3 anos.
Ainda bem que vc guardou, Daniel, e assim pôde fazer um lindo poema.
Um abraço,
Renata

Sonia Schmorantz disse...

Também guardo medalhas, diplomas, certificados...acho isso muito bonito, são nossas pequenas ou grandes vitórias, mas sempre uma superação nossa.
Um abraço

Val Du disse...

Daniel,
as medalhas são lindas, o poema um encanto.

Beijos

Bandys disse...

Daniel,
Voce é aquele que merece todas...
Eu te daria pela dedicação, pela amizade e por ser quem vc é.
Beijos meus

Whispers disse...

Daniel!

Bonito poema,como sempre eu aqui acabo por encontrar.

Quantas medalhas são ganhadas ao custo do sangue do nobre soldado.

Beijinhos em teu coração

(obrigado pela visita e lindas palavras)
Whispers

Mariazita disse...

Bom dia, meu amigo.
Como já tinha visto as tuas medalhas...deixo-te um abraço pelas tuas palavras no Lírios.

Um dia feliz.

Beijinhos
Mariazita

mundo azul disse...

_________________________________


Pequenos "nadas", que contam um pouco da nossa vida, do nosso esforço em busca do melhor...

Bonito o seu texto, Daniel!


Beijos de luz e o meu carinho...

Angela Guedes disse...

Oi Daniel!!!
Parabéns, pelas medalhas, eu guardo todas dos meus filhos...
Tem de tudo natação, do pré, honra ao mérito por leitura no jardim em fim traz boas recordações.
Obrigada, pelo comentário no meu blog.
A partir de agora vou te acompanhar, gostei muito das tuas palavras.
Abraço.
Ângela

Laura disse...

Olá, o meu pai também tinha muitas medalhas de serviços prestados ao estado...nós temos outras em prata, ouro, da África do Sul, dos tmepos em que havia com que as comprar, agora? hã? nadica. Louvores em medalhas? Lindo, se merecidos,acredito que sim. mas que bom..Beijinhos.

angel disse...

Medalhas são antes de mais nada conquistas, méritos, significam esforços, alegrias, suor, sorriso, lágrimas, mas acima de tudo resultado de uma ação.
Ninguém recebe medalhas se não as fez por merecer e quem as tem deve ser sempre motivo de orgulho aos seus descendentes e de exemplo a ser seguido pois elas demonstram honra, caráter, coragem,etc.
Parabéns, tenho certeza que você mereceu todas e deve orgulhar-se disto.
Angel

Tatiana disse...

Vim apreciar e contemplar as medalhas

Aproveito para lhe desejar um belo feriado e um fim de semana maravilhoso!

Beijos com meu carinho

Sonia Schmorantz disse...

Hoje vim somente deixar meu abraço e te desejar um maravilhoso final de semana!

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

O mar me ultrapassa.
Mas ondas haverão de contar
Aos ouvidos que lá pousarem
Que um dia sonhei no mar.

O céu não vai se importar
Quando eu monge de meu hábito partir.
Mas estrelas enquanto restarem
Hão de lembrar
Que um dia me puseram feliz.

A terra , é fato, há de me subtrair.
Mas a árvore que me deitou raiz
E as cores
Que em meu tempo colhi
Estas eu levo comigo
Ninguém há de tirá-las de mim.

Fernando Campanella

Desejo um lindo final de semana com muito amor e carinho
Abraços Eduardo Poisl