domingo, 22 de novembro de 2009

Poema




Martha V. Peredo, da Bolivia, uma única mulher Comissária, entre sessenta e nove elementos masculinos de outros tantos países



APENAS UMA MULHER


É natural, é normal
Ainda que numa celebração
Como irá haver em Portugal
Forneça algo de curioso
Uma anormalidade normal
Grandiosa Exposição Filatélica
Nível FIP em Portugal
Uma transcendente competição lúdica
Da Filatelia Mundial
Filatelia muito alta
Setenta elementos para julgar afinal
De outras tantas nações
Apenas uma mulher, não devia ser banal
Virá de outro mundo
Não viajará, no segredo
Virá da distante Bolívia
Martha V. Peredo
Que entre nós seja bem recebida
Faça a sua apreciação
Nos intervalos desça a Avenida
Na FIL, no belo Parque das Nações
A Filatelia Mundial
Será a rainha da Filatelia, das Exposições
Lisboa e Portugal celebram
Cem anos da Republica
A Senhora Martha Peredo
Ajudará na premiação pública
Uma mulher, uma mais valia, sem segredo


Daniel Costa

Publicada por Daniel Costa em 9:06 5 comentários


Etiquetas: poema


11 Outubro 2009

11 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Sessenta e nove elementos masculinos normalidade normal de vários países (infinito?)
Um elemento feminino anormalidade normal de 1 país
Sessenta e nove masculinos normais normais 1 feminino anormal normal = 1 júri de uma competição lúdica
Filatelia/Exposições/100 anos da República de Portugal
1 mulher 1 mais valia Apenas 1 mulher
Pode fazer a diferença/ser Rainha
Lindo rico poema, Poeta amigo
Muito obrigada Bons Melhores Dias Sempre
Beijos plurais
Renata

Olhos de mel disse...

Querido Daniel, vai acabar com o blog? Você faz falta, viu? Uma homenagem importante, num belo poema! A mulher precisa estar presente em tudo. E que bom que temos uma representante...
Obrigada pelo carinho de sempre!
Boa semana! Beijos

Val Du disse...

Oi, Daniel.

Mais um belo poema.

Bom domingo.

Beijos.

Carmela Alves disse...

LINDO POEMA.

BJOS

Everson Russo disse...

Como sempre belas palavras pra homenagear, um coração poetico sempre encontra a forma certa e precisa de acolher aos amigos...abraços e uma bela semana pra ti.

Bandys disse...

Amigo Daniel,

Vim avisar que você com seu belo poema esta lá no esconderijo.
Desde já agradeço e claro o primeiro recadinho tem que ser meu.

Lindo poema como sempre!

Beijos no ♥

Everson Russo disse...

Meu amigo poeta, deixando um abraço imenso e forte pra desejar uma semana de muita paz e poesia.

palavrasdevida disse...

Um poema muito bonito.

Abraços.

Whispers disse...

Querido Daniel.
Não é apenas uma Mulher qualquer
É outra pintura com a tinta das tuas palavras
É outro poema bem trabalhado e vindo do fundo do teu coração
Bonito como sempre
Desejo que tenhas uma semana feliz
Mil beijos
Rachel

xistosa - (josé torres) disse...

Caríssimo Daniel Costa

Quando as palavras fluem, se soltam, se gravam (em qualquer local) e ficam assim impressas à disposição que qualquer um, tornam-se harmónicas e grandes.
Que não deixe de lhe fluir como até agora.

Elaine Barnes disse...

Vim através da homenagem a Bandys e já vi que é de uma gentileza sem tamanho. Parabéns por homenagear a Martha,gostei demais do post e sendo mulher sinto-me orgulhosa. Lindo poema, lindo seu blog, bjão