A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

poema

AMAR ALGUÉM

Amar o mundo
Com amor profundo
Este de rosa se inunda
E calor humano se funda
Despidos de ambições
Devíamos olhar o mundo
Sem devaneios ou condições

Amar alguém
Amor… amar mais além
Amor de gosto
Visto do posto
Onde se vislumbra ternura
Amar não será loucura
Antes um mundo de ventura

Sempre ganha a missão
Loucuras buriladas serão

Daniel Costa

8 comentários:

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Daniel.

Começa tudo de novo mesmo. O importante é não desistir jamais daquilo que queremos. Ainda mais com um belo poema cheio de amor como este. Mais um motivo para continuar.

Boa semana para você.

Beijos mil! :-)

mdsol disse...

boa visita lá
Boa surpresa aqui
:))

ANA DINIZ disse...

Uma ode ao amor universal e, porque não, ao particular.

O amor é lindo e gratuito, espontâneo e regenerador. Curativo e libertador, calmante e terapêutico, diplomático e apaziguador. Assim é o Amor: dá prazer, alegria e muito benfazer!

Viva!


Beijos grandes.

Ana

Val Du disse...

Muito lindo!
É sempre muito bom amar alguém.

Beijos.

EternaApaixonada disse...

*****

Querido amigo Daniel

Li agora seu comentário em meu blog.
Obrigada de coração!
Percebi que era novo blog pelo nick...
O outro não está mais aberto?
Creio que escrevi nele ontem...
Em todo caso deve ter um motivo para isso...
Que venha o novo blog, repaginado em cor do amor, mas com a marca característica do autor!
E o poema mostrou-se ideal para esse início: exala o calor amoroso de um ideal de vida! Lindo!
Uma ótima quarta feira!

Beijos

*****

Marco Rebelo disse...

passei aqui por acaso...e olhe..BOM Poema :)

xistosa - (josé torres) disse...

Por isso é necessário ter um coração que veja e pense "um mundo de ventura".

Ana Martins disse...

Muito lindo,
parabéns, beijinhos