quarta-feira, 18 de março de 2009

poema

DIA DE S. CIRILO

Nem isto nem aquilo
Dezoito de Março
É dia de S. Cirilo
Dois mil e nove
Quarenta, anos depois
Antes de dezanove
Recordo sempre bem
Tornei-me menos pobre
Veio um mundo, uma Maria
Que grande dia, que grande luta!
A cântaros chovia
Pela primeira vez
Foi na revista Plateia
Popular como aquela não havia
Não saiu uma, mas
Duas vezes a minha fotografia
Ainda que em isenção de horários
Talvez por isso
Até em trabalho foi grande o dia
A chuva, em bátegas continuava
Surgiam parabéns
Para voltar ver a mãe e o rebento
Lutava e porfiava
Meus deuses!...
Era aquilo, era aquilo
Era dezoito de Março
Mil nove sessenta e nove
Dia de S. Cirilo

Daniel Costa

15 comentários:

Cleo disse...

Dia de S Cirilo, então um bom dia de S. Cirilo prá você
Beijos carinhosos
Cleo

Sonia Schmorantz disse...

Não conheço bem esse dia, há várias datas que comemoramos de modo diferente nos dois lados do Atlântico, mas gosto de ler suas tradições, seus poemas traduzem isso.
Um abraço

Marta Vasil disse...

Daniel

O seu poema deixou-me um bocadinho confusa. À vezes, acontece-me.
Devo estar a ser um bocado "obtusa" em pensar que se refere ao nascimento... páro aqui, começo a sentir-me incomodada com a possibilidade de ir dizer uma grande disparate. Desculpe o atrevimento, mas continuo a pensar que por trás do dia de S. Cirilo há um acontecimento pessoal importante para si.

Um abraço

MV

jo ra tone disse...

Daniel, Os meus parabéns para a aniversariante.
Longos e belos anos.
Abraço

Mariazita disse...

Meu caro Daniel
Então é a S.Cirilo que tens que agradecer o rebento?
Francamente, não sei a quais santos tenho que agradecer os meus (rebentos), mas pelo menos a um, tenho que agradecer - o santo pai deles :))))))))))))))))

Tenho a dizer-te que publiquei um poema de uma poeta portuguesa contemporânea - Carmo Vasconcelos.
Gostaria que fosses homenageá-la.
É no Lírios, claro. Lá é que publico poesia, de um modo geral.

Beijinhos
Mariazita

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Daniel:
Adoro os seus poemas, em que você se recorda de episódios da sua vida. São realmente belos.
Voltei de um tratamento de saúde e me ausentarei toda semana por 4 dias por tempo indeterminado. Meu irmão têm postado para mim, hj fui eu. Apareça, faça-me uma visita. O Feminina está bem interessante.
Beijos,
Renata

Beatriz disse...

Não temos esta tradição por aqui, de comemorar o dia de São Cirilo, mas ficou perfeito o poema da tua homenagem.

Fiz destaque nestes versos:

"Recordo sempre bem
Tornei-me menos pobre
Veio um mundo, uma Maria
Que grande dia, que grande luta!"

Tive a impressão de ser uma filha... se afirmativo, meus parabéns para ela e votos de uma vida plena de paz e alegrias.

Fica um ramalhete de violetas azuis no teu coração.

Olhos de mel disse...

Lindo amigo, senti seu poema cheio de emoção, de carinho... do fundo da alma. Lindo!
Beijos

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Daniel:
Convido-o para apreciar o meu post de hj no Feminina.
Já lhe disse ontem como gosto dos seus poemas em que você narra as suas memórias. Sâo belíssimos.
Um beijo,
Renata

Marta Vasil disse...

Daniel

Obrigada pelo esclarecimento. Vejo agora que era clara a mensagem do seu poema. Assim passo aqui novamente para lhe dar os parabéns -embora atrasados- a si e à filhota e, como hoje é dia do pai, redobro os parabéns ao Daniel, enviando-lhe um beijo de muito carinho.

MV

vero disse...

Meu amigo
passei para lhe desejar uma boa noite :)

Bandys disse...

Salve São Cirilo. Aqui hoje no Brasil dezenove de março é dia de São Jose, dizem protetor da familia e dia do blogueiro tambem.
Portanto te deixo um beijo pelo seu dia e pelos seus blogues.

Ana Martins disse...

Caro Daniel,
foi então um dia único marcado por um momento único, o nascimento de um filho, uma felicidade sublime!!!!

Parabéns atrasados mas sinceros ao pai e aniversariante.

Beijinhos,
Ana Martins

xistosa - (josé torres) disse...

Foi dia de santa Maria ...
O S. Cirilo será um acessório
E tenho a certeza que foi um grande dia que se prolongou, pois se foi com chuva ... só ela, (água) faz medrar.

Estava, de certeza absoluta em Mafra a dar o corpo ao manifesto ou pela pátria dos párias ...

Um abração e boas recordações.
Ontem, (19), foi dia do pai e da mãe ... a m//mulher faz anos e eu não ligo aos restantes dias de consumismo.
Só anos e´que são desenganos e vamo-nos habituando ...

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Hoje só estou passando para desejar um feliz dia do blogueiro,
com um final de semana cheio de amor e esperança.
Aproveito para deixar um lindo poema de Mário Quintana


Amar: Fechei os olhos para não te ver e a
minha boca para não dizer...
E dos meus olhos fechados
desceram lágrimas que não enxuguei,
e da minha boca fechada
nasceram sussurros e palavras mudas que te dediquei....
O amor é quando a gente mora um no outro.

(Mário Quintana)

Abraços:Eduardo Poisl