sábado, 23 de fevereiro de 2013

POEMA AMOR LENDÁRIO


                   

AMOR LENDÁRIO 


Edílico cenário
Nuvens e altos coqueiros
Amor lendário
Faltava o arco-íris e canteiros
Havia um ideário,
Um sonho, como o dos pauliteiros,
Quando o anjo vigário,
Me olhou pareciam, muitos sorrateiros
Era apenas só, solitário e solidário
Tanto que entre imbondeiros
Aos céus subi no seu viário,
Ali numa galáxia, como um dos timoneiros
Um machimbombo, terciário.
Me esperava, como agente de aduaneiros
A planar aqui, a flutuar ali, pareceu planetário,
Apontado a um objectivo, a amieiros,
A um paraíso ervanário!
Dos verdadeiros,
Parecia comandado, por um tracejado,
Que o levou a parar à vista de altos coqueiros,
Coqueiros e alta relva, num bordejado!
A emoldurar uma mulher, um amor dos feiticeiros!
Meus deuses e deusas! Fiquei enfeitiçado!
Era uma mulher, uma flor, para o melhor dos canteiros
A beleza, adornada de vestido estampado,
A invejar terceiros,
Qual anjo adornado, reluzente, doirado!
A bonita mulher me sorriu, seria dos pioneiros?
À fé de quem sou, fiquei embevecido, babado!
A conquistar desejei, ser dela um dos carcereiros,
O privilegiado, o legionário!
Ser um dos generais ou dos brigadeiros
A sonhar já com o intenerário,
Desci ao meu espaço na terra, mundo dos verdadeiros!
Voltei a sentir o espectro do anjo imaginário,
O fresco da água de coco, os frutos dos coqueiros,
Amor lendário!
A anjo ma fez ver, aqui, como um dos alvissareiros,
Amor, gostosamente, lendário,
Jamais solitário,
Amor lendário!



Daniel Costa




11 comentários:

Fernanda Oliveira disse...

Boa tarde amigo Daniel, tu és uma fonte de amor. Gostei deste ''Amor Lendário'' Sempre bem escrito teus poemas, te visitar sempre vale a pena.
Beijos com carinho Fernanda Oliveira

Severa Cabral(escritora) disse...

AMIGO DANIEL !
ESCREVES EM FORMA DE ARTE,TUDO QUE VEM DA ALMA E TRANSPORTA PARA O CORAÇÃO COM A INTENSIDADE DE UMA SENSIBILIDADE ADOÇADA E,NUMA LINGUAGEM PROFUNDA E COMPLEXA TE INSPIRA EM MAIS UM POEMA QUE É UM TESOURO OCULTO QUE REINA NO TEU CORAÇÃO.
HOJE USASTES A LENDA DO AMOR RONDANDO O CORAÇÃO,SERÁ A LENDA DA PAIXÃO ?
EU JÁ OUVI TANTAS HISTÓRIAS,TANTAS LENDAS INCRÍVEIS E FANTASIOSAS SOBRE O AMOR QUE TALVEZ ESSA SEJA MAIS UMA PARA ALIMENTAR OS CORAÇÕES MAIS ROMÂNTICOS.VIAJANDO NOUTRA GALÁXIA EM BUSCA DESSE ANJO DO QUAL PRENDE A ATENÇÃO SOBRE AS LENDAS DO AMOR EM VERSOS E PROSAS.
ABÇ !!!!

poetaeusou . . . disse...

*
Daniel
,
a Lenda do Amor,
diria !
,
um abraço,
*

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido Poeta

A inspiração mora mesmo aqui...um poema como sempre é um hino ao amor.
E linda a tua Musa sempre
Um beijinho com carinho
Sonhadora

AFRICA EM POESIA disse...

DANIEL

Lágrima




Lágrima marota
Cai no meu rosto
E vai rolando...
De mansinho...
Por toda a cara...
Vai saboreando...
E vai deixando
Um pouco de água
Um pouco de sal...

Sal de amargura...
Mas que é necessário...
E, assim vou ficando
Com o rosto mais doce...
Com o rosto molhado
E vou sentindo...
Lágrima marota.
O teu rolar...
E vou gostando...
Que te sirvas de mim
Para te acostares...
E quando quiseres
Podes voltar!...

LILI LARANJO




Depois de limpar a minha lagrima coloco um sorriso e deixo-te um beijo com muito carinho...

Evanir disse...

Daniel.
Com muitas saudades venho agradecer o carinho que me deu ao longo desses anos.
Lindo poema hoje estou emotiva chorei ao ler quanto amor você tem dedicado.
Um feliz Domingo amigo poeta beijos no coração,Evanir.

Maria Rodrigues disse...

Meu amigo como é belo um amor lendário. Mais um belissimo poema.
A nossa amiga Severa está sempre divinal.
Bom domingo
Beijinhos
Maria

Nádia Santos disse...

Olá Daniel, é um prazer está nesse teu espaço, que estar impregnado de amor, transborda amor... que belo!
Vi a postagem no blog da Severa e vim conhecer. Parabéns e felicidade!
http://poesiasesonetos.blogspot.com.br (Poesias)
http://soltandoamente.blogspot.com.br (contos)
http://quadras-nadiasantos.blogspot.com.br

MARILENE disse...

Seus cantos de amor ( e ao amor) são maravilhosos. Sempre nos apresenta algo diferente para definir o sentimento. Bjs.

Vera Lúcia disse...


Olá Daniel,

Mais um lindo poema a enaltecer o amor. Muito inspirado.

Abraço.

Bandys disse...

Nossa lindo demias.

E as fotos estão divinas, parece ate uma pintura;

Beijos de amizade