terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

POEMA SOLSTÍCIO DE VERÃO




AMOR DE SOLTÍCIO DE VERÃO




Cismava na mansão
Poesia sentida!
Amor de solstício de Verão
Assim é a vida!
Cismada, ou sentida na sofreguidão!
Eternamente vivida,
Em erupção,
Sentida sem peso nem medida,
Com muita imaginação,
Sonhada como contrapartida,
Vocação?
Vocação assumida?
Será assim para lá do sertão?
Orientação reunida
Amor de solstício de Verão
Sonho à medida?
Sim ou não?
Acudiu o meu anjo, a evitar recaída,
Senti a intromissão,
Não a subida!
Do frio, me vi no calor em antevisão
Em pouco voava na galáxia preferida:
- Doce ilusão?
Ilusão desmedida!
Num belo amarelão
Bela mulher vestida!
No planeta terra, estilista, seria a versão!
Exibia a pose de gaiata vivida,
Majestoso parque, onde chamava a atenção,
Que batida!
Na minha pulsação, que alteração!
Mais nada sei dizer à partida!
Acordava do meu, do meu sonho de Verão!
Que sonho! Que mexida!
Mais uma vez o anjo me estendeu a mão
Aí tens – Olha bem a tua diva!
Olhar de sensação!
Divina!... Suspirei, seria prenda merecida?
Amor de solstício de Verão,
Que emoção!...




Daniel Costa





7 comentários:

Severa Cabral(escritora) disse...

Amigo Daniel !
E nesta época do ano que o sol traz a intensidade de ser o dia mais quente do ano.Você conseguiu de forma poética,colocar o amor tão quente quanto o solstício.Sinto que nenhum poder destrói seus poemas, que de forma única invade as órbitas,a face oculta do amor te persegue de forma,que harmoniza teus desejos em sonhos quando viajas em outra Galáxia e sempre o anjo,esse instrumento perplexo exterioriza e fazes dos teus poemas, tua moradia poética.Aplausos pela criatividade nas rimas.
Abç !!!!!!

MARILENE disse...

Quente e dourado o verão, tanto quanto iluminado o amor. Mais uma vez, você o cantou com beleza. Bjs.

Vanuza Pantaleão disse...

Daniel, amigo sincero e do coração!
Recebi pelo correio seu belíssimo exemplar do Tejo Norte. Nossa, foi uma tremenda emoção!!! OBRIGADA!!!!
Aí está, a sua musa, todinha de amarelo, minha cor preferida...que beleza, essa Severa!
Beijinhos para esses meus pombinhos, e super amigos!!!!

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu amigo Poeta

Mais um belo poema cantando o amor, como só o poeta os sabe fazer.
Lindo o poema e linda a Severa, como sempre.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Fernanda Oliveira disse...

Olá amigo Daniel!
Que lindo poema de amor e emoção.
A sua musa inspiradora está linda neste vestido amarelo.
Beijos e foi muito bom poder lhe visitar e ler um poema como este.
Beijos! Fernanda Oliveira

Severa Cabral(escritora) disse...

BOM DIA AMIGO DANIEL !!!!
VIM HOJE EM EXCLUSIVIDADE OUVIR ESSA CANÇÃO DO ELVYS DO QUAL TRAZ UMA MENSAGEM LINDA PARA OS AMANTES DA MÚSICA...
APROVEITEI PARA RELER TEU ENCANTADOR POEMA ..." SOLSTÍCIO DE VERÃO "
ENCANTADOR IGUAL O NOSSO VERÃO DAQUI DA MINHA PARAIBA...
BEIJOS CARNAVALESCOS !!!!

Anne Lieri disse...

Daniel,sua musa está divina nesse vestido amarelo!Sempre um poema apaixonado e gostei muito!Seus livros chegaram e irei ao correio amanhã!boa sexta pra vc!