A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

quarta-feira, 16 de junho de 2010

POEMA SINDROMA DAS DÉCADAS


SINDROMA DAS DÉCADAS

Períodos indelevelmente vincados
Analisando por etapas, por décadas
Anos zero apareceram marcados
O zero transacto não é desejável a ninguém
Numa aventura inédita saltei a uma segunda encarnação
Consegui regressar do além
Estou assim na idade de dez anos apenas
Apesar da proeza, desejo amar o mundo sem desdém
Vivendo o sindroma dos meus períodos de décadas
Sempre me senti muito bem
Nas centenas de trabalhos
Em que utilizei inúmeras ferramentas
A começar por foices e enxadas
Esses jamais foram tormentos
Mesmo quando passei o tijolo ou a pedra lascada
Sonhei sempre e mantive o sonho
De breve conhecer a terra já arada
Sindromas das décadas
Alguns períodos podem parecem abismo
Prevaleceram e continuam os sonhos
Mente de eterno optimismo
Por amor do mundo, por esse amor profundo
Não navego por mares de tibieza, luto por realismo
Serei menos bem compreendido
Isso jamais me afecta
A capacidade de luta teve sempre sentido
Apesar do sindroma das décadas
O que desejo da vida está bem definido
Adoro esta, que amo a fundo
Lutar por mim, é ardor não um fim
Desejo sempre poder dizer: amo todo o mundo
Adoro viver assim

Daniel Costa


14 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

...luto por realismo Serei menos bem compreendido Isso jamais me afecta A capacidade de luta teve sempre sentido Apesar do sindroma das décadas O que desejo da vida está bem definido Adoro esta, que amo a fundo Lutar por mim, é ardor não um fim Desejo sempre poder dizer: amo todo o mundo Adoro viver assim Daniel Costa
Lindo! Adoras viver assim, e eu te adoro por isso e por que sim sempre!
Beijos, querido Poeta e amigo*
Para ti, que com senso, preende todos os sentires/sentidos.

*Alquima


Febre infinita na cama


Lençóis repletos de carícias


Que nunca cessam


Colares de beijos escorrem aos milhares


Doçura selvagem dos corpos em furor


Teus lábios na minha garganta


Tua espada acerada desliza na senda


As queimaduras da forja


Agonizo sob teus dedos


Meu corpo é tua presa


Tu te fundes em mim


Aperta-me nos braços


Em oceano imenso de paixão


Ao fogo desatino


Morro com tuas palavras


Vôo bem alto


Tu danças no meu seio


Tu te tornas deus elétrico de bronze


E renasces nos meus cornos.


@ Renata Cordeiro*

Tenha um Lindo Dia*

poetaeusou . . . disse...

*
e quem ama o mundo,
ama-se a si próprio .
,
abraço,
,
*

lita duarte disse...

Daniel,

É bom viver.:)

Beijos.

Fernanda disse...

Amigo Daniel,

Belo poema!

Um hino à vida.

Parabéns

Beijo

Sonhadora disse...

Meu querido amigo
Um grito de esperança e fé na vida.
Lindo poema.

Beijinhos
Sonhadora

Ana Martins disse...

Caro Daniel,
muito positivo, as décadas passam mas ficam a boa disposição e a juventude de espírito. É muito bom podermos dizer e afirmar bem alto todo o amor que nos vai na alma.

Beijinhos,
Ana Martins

Ave Sem Asas

angela disse...

Lindo, Daniel, muito lindo o poema e mais lindo ainda seus desejos.
beijos

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, querido*

"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente às suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos...
E, até que nos encontremos de novo,
Que Deus lhe guarde na palma de Suas mãos. "

- Prece Irlandesa

Beijos**********
Lindo Dia*

Everson Russo disse...

Amar o mundo,,,amar a vida,,,amar ao nosso semelhante,,,devemos sempre estar amando,,,abraços fraternos de otimo dia pra ti amigo.

Amigos Sao eternos disse...

Que belo poema esse é uma reflexão magnífica. bjs Daniel

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, meu buquê de girassóis!

*Sabia que há muito tempo, perto de Carterhough-Escócia, vivia uma jovem chamada Seonaid filha do Duque. Era uma moça adorável de longo cabelo louro e de olhos azuis tão brilhantes como sóis?

Bom dia querido! Te amo* Amanhã continuo*********
Beijos, Daniel*

PS: Não estou podendo andar muito por aí, inclusive mail. Sorry, dear*

Fernanda disse...

Querido amigo Daniel,

Há para ti um selo na Minha Galeria se Selos e Prémios.

Espero que aceites.

Beijinhos

Everson Russo disse...

Um belissimo final de semana pra ti amigo,,,abraços fraternos

Fátima disse...

Que momento lindo de poesia.

Beijos querido
Bom final de semana