quarta-feira, 31 de março de 2010

Poema






ESTENOGRAFIA

Não aconteceu fado
É um facto de vida
Vivi e tenho como dado
Tirei um curso de estenografia
Trabalhava e o liceu frequentava
Em longo dia
Viver apressado
Julgo saber fazer e então fazia
Como se a vida fosse apenas
Apenas fantasia
Não é invento, foi intento
Ter curso de estenografia
Apenas para testar
Utilizei numa reportagem que fazia
Deu certo, ultrapassada porém
Por nova tecnologia
Pelo gravador de som
Que entretanto aparecia
Na cidade estavam também a findar
Escolas de estenografia
A vida deverá ser mesmo
Vivida de sonhos e fantasia
Tudo é aprendizagem
Sem nos apercebermos
Aprendemos nesta viagem
Num pequeno bloco
Anotei toda a aragem
Porque a estudar estenografia fui feliz
Como se viajasse de carruagem

Daniel Costa


OFERTA DA SARITA - BLOG DESNUDA, GRATO

22 comentários:

angela disse...

Bonito poema e que moça bonita!
Estenografia ainda é usada, pouo, mas ainda é.
beijos querido amigo

Maria Bonfá disse...

oi querido.. amei seu poema..

Tudo é aprendizagem
Sem nos apercebermos
Aprendemos nesta viagem
Num pequeno bloco
Anotei toda a aragem
Porque a estudar estenografia fui feliz
Como se viajasse de carruagem

tudo é aprendizado. achei lindo vc comparar o aprendizado que teve com o viajar de carruagem.. vc é mesmo um doce.. tens tanta doçura no que escreves que me fazem sorrir, me emocionam. me fazem feliz.. sou sua fã.. beijão

Felina Mulher disse...

Então daniel, texto estenográfico não é apenas útil para aprender a ler, mas ainda mais para aprender a taquigrafar.Lembro-me que qdo arrumei meu primeiro emprego, tive que aprender taquigrafia, pois meu Superior saia falando e eu tinha que ir atras anotando tudo....kkkk...mas hj existe outras tecnologias, o gravador por exemplo.Mas tudo que se aprende nesta vida é válido, é algo que nos servirá para sempre.


Um beijo meu anjo querido.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo lindo! Estenografia! Que bom que sabe! Estes teus poemasconfessos estão cada vez mais intensos e fascinantes*
Que vida!
Beijos, querido!
Obrigada por todos os poemas que me dedicastes, por todo o Amor, carinho e por tudo +++++++++++++++++++++++++++++++++++*********** 

ANUNCIAÇÃO

Miguel Torga

Surdo murmúrio do rio,

a deslizar, pausado, na planura.

Mensageiro moroso

dum recado comprido,

di-lo sem pressa ao alarmado ouvido

dos salgueirais:

a neve derreteu

nos píncaros da serra;

o gado berra

dentro dos currais,

a lembrar aos zagais

o fim do cativeiro;

anda no ar um perfumado cheiro

a terra revolvida;

o vento emudeceu;

o sol desceu;

a primavera vai chegar, florida.

+ Beijos, Daniel amigo desde sempre.
Tenhas Bons Dias de Vida!
Renata

Angela Guedes disse...

Oi Daniel!!!
Desejo para você uma Páscoa cheia de boas intenções, carinho e muita paz. Paz, sempre. Amizades verdadeiras. Sucesso contínuo. Carinho aos montes. Que o coelhinho lhe traga muito mais que simples ovos de chocolate! Que ele lhe traga muita Paz, Saúde, Amor, Felicidade, Compreensão e Carinho.
Beijinhos
Ângela Guedes

Mariazita disse...

Olá, Daniel
Neste poema jogas com as palavras com verdadeira mestria.
Muito bem construído.
De facto os velhos "instrumentos" de trabalho foram sendo substituídos por nova tecnologia, mais eficaz, sem dúvida, mas também muito mais impessoal.
Não admira, portanto, que tenhas sido feliz a aprender estenografia.

Uma santa e feliz PÁSCOA.

Beijinhos

Pensador disse...

Não apenas você, Daniel. Também eu, em minha juventude, fiz um curso de estenografia, cheguei à marca de 150 palavras por minuto, apenas para depois esquecê-lo e nunca o utilizar de fato.

Fernanda disse...

Querido amigo Daniel,

Que dizer do teu poema amigo???
e da beleza da tua amiga?????????
Fabulosa - "outstanding" - desculpa se volto com o Inglês, é mesmo defeito de profissão.

Adorei!
Boa Páscoa amigo.
Beijinhos

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Hello!
VIVA!

Mário Quintana

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.

Quando se vê, já são seis horas!

Quando se vê, já é sexta-feira. ..

Quando se vê, já é natal...

Quando se vê, já terminou o ano...

Quando se vê, perdemos o amor da nossa vida.

Quando se vê, já se passaram 50 anos!

Agora é tarde demais para ser reprovado.

Se me fosse dado, um dia,

outra oportunidade,

eu nem olhava o relógio.

Seguiria sempre em frente e iria jogando,

pelo caminho,

a casca dourada e inútil das horas.

Seguraria o amor que está a minha frente

e diria que eu o amo...

Desta forma, eu digo:

não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo;

a única falta que terá,

será desse tempo que infelizmente não voltará mais.

Boa Páscoa, querido Daniel! E Boa Páscoa a todos, já que todos sabem o que sabem.
Muito obrigada por ter ido desejar in loco.
Beijos da Rê

Maria Bonfá disse...

passando para desejar uma noite de paz. e deixar um carinho


Inscrição na Areia

O meu amor não tem
importância nenhuma.
Não tem o peso nem
de uma rosa de espuma!

Desfolha-se por quem?
Para quem se perfuma?

O meu amor não tem
importância nenhuma.

Cecília Meireles


beijÃO

Ana Martins disse...

Excelente Daniel!

Deixo um beijinho com votos de uma Santa e Feliz Páscoa,
Ana Martins

Jacque disse...

Feliz Páscoa, muita saúde.

Beijo

Desnuda disse...

Querido amigo,


Um belo poema que descreve as suas experiências. Tudo o que se aprende é de infinito valor e não tem preço. É o somatório de uma vida.

Amigo, trouxe um bombom recheado de carinho para você. Feliz Páscoa! Beijos


..___ ........ ,-."'""-. ....... ___
. \....."-. .. /............\ . ,-"...../
... >..-=.\/....BOM....\/.=-..<
... >..-='/\....BOM...../\'=-. <
. /__..-´.. \............./.. `-.__\
...................'-........-'

lita duarte disse...

Oi, Daniel.

Belo poema.

Feliz Páscoa.

Beijos.

Felina Mulher disse...

Bom dia meu querido Daniel.

Obrigada pela visita, és sempre bem-vindo ao Felina.Vim desejar-te uma Feliz Páscoa e muitas bençãos em sua vida.



Beijos.....Felina

Maria Bonfá disse...

passando para te desejar um lindo dia cheio de amor e paz.. beijão querido

Pérola disse...

Vim te desejar uma feliz Páscoa amado com muito amor e muita paz no coração.
Um beijo grande.

Sonia Schmorantz disse...

Páscoa...
É ser capaz de mudar, 
É partilhar a vida na esperança, 
É lutar para vencer toda sorte de sofrimento.
É ajudar mais gente a ser gente, 
É viver em constante libertação, 
É crer na vida que vence a morte.
É dizer sim ao amor e à vida, 
É investir na fraternidade, 
É lutar por um mundo melhor, 
É vivenciar a solidariedade.
É renascimento, é recomeço, 
É uma nova chance para melhorarmos 
as coisas que não gostamos em nós, 
Para sermos mais felizes por conhecermos 
a nós mesmos mais um pouquinho. 
É vermos que hoje...
somos melhores do que fomos ontem.
Feliz Páscoa!
Um abraço

Maria Valadas disse...

Olá Daniel,

Perdi o teu contacto e não conseguia visitar este blog ( o primeiro que conheci), mas eis que ao entrar num blog de uma amiga, vi um teu comentário, e não exitei para dar continuidade às minhas visitas e ler o que nos ofereces.

Adorei o poema, escrito com muita realidade de uma época que deixou saudades a quem a viveu.
Mas, os tempos são de mudança e há que aceitá-los.

DESEJO DE UMA EXCELENTE E SANTA PÁSCOA.

Beijos.

Maria

Maria Valadas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
jo ra tone disse...

entessDaniel,
Uma Santa Páscoa para ti e paraa os teus.
Abraço
Continuação de bons poemas

anita sereno disse...

oi lindo blog passe por acao e amei as imagens e o modo como descreve as coisas uma santa pascoa abençoada beijos