segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

POEMA O AMOR O E OTIMISMO



O AMOR E O OTIMISMO 

Amar é intimismo
Assim deve ser entendido
O amor e o otimismo
Dualidade, em resumido
Verticalidade, determinismo
 Humanismo assumido
Solidariedade e lealismo
Depois do amor já vivido
Digo não ao conformismo!
Amor eterno como o amido
Estoicismo!
Sem lamento ou prurido
Sempre presente o dinamismo
A transmitir um sentido
À mulher que luta pelo moralismo
A mulher que espreita um mundo mexido,
O mar se espraiando com metodismo
Entre as rochas o escuta sem rugido
O entende como simbolismo
Acariciando a areia, embevecido!
Pensa na lua cheia, com fé e otimismo
Espera, sem se tornar um ser enraivecido!
Ainda que, espere a justiça ser feita ao imoralismo,
Como foi consabido!
O amor e o otimismo,
Esperam a justeza de acabar com a idiotice, ato atrevido!
O amor e o otimismo!

Daniel Costa
 
 

 
 

8 comentários:

✿ chica disse...

Lindo e o amor visto com otimismo fica ainda mais bonito! Adorei a Severa aqui ! Saudades! abração,chica

Carla Fernanda disse...

O amor é o maior otimista que eu conheço amigo Daniel.
Muito bom!

Feliz tempo do Advento, a esperança está no ar... o amor vai chegar...

Beijos!!

MARILENE disse...

O amor nos torna otimistas, nos leva a ver o mundo com olhos diferentes. E você sempre o canta com magia. Bjs.

Dorli disse...

Oi Daniel
É uma honra para mim recebê-lo no meu humilde espaço um grande poeta com você.
Eu não gosto de copiar provérbios, mas ontem não estava muito bem e não ouve outro jeito.
Eu tenho muitas postagens com provérbios meus, gosto de fazê-los, pois eles são puxados da minha experiência de vida.
Quando quiser a casa estará sempre aberta para a nobre visita
Beijos
Lua Singular

Ana Bailune disse...

Oi, Daniel. Boa tarde.
Acho que amor e otimismo tem que andar juntos, pois o amor é um sentimento que tem que nos trazer coisas boas.
Otimismo é uma delas.
Lindo post!

Dorli disse...

Oi Daniel
Apesar das mentiras, sabemos quando nosso parceiro nos ama também. É por isso que tem um tempo de adaptação. Eu me casei, ele morreu jovem me deixando um filho de dois anos.
Após sete anos casei-me outra vez com um homem que falta adivinhar meus pensamentos.
Não troco esse amor por dinheiro nenhum, pois o pouco tempo que me resta quero ser feliz!
Beijos
Lua Singular

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa noite, Daniel!
Muito lindo...
O otimismo do amor nos permite entender e acreditar até que a vida não é justa , mas que sempre continuará bela!
Agraeço pelo carinho, belos dias, abraços!

Anónimo disse...

Bom dia poeta de muitos !
Descrevestes em rimas com a emoção dos dias vivido,o otimismo que nunca morrerá,assim diz o titulo do teu poema.
O AMOR E O OTIMISMO !
Vamos que vamos fazer do amor tudo que faz o dinamismo sempre presente...
Abç amigo !