A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

quarta-feira, 9 de março de 2016

POEMA O ACASO É O DEUS DOS LOUCOS



O ACASO É O DEUS DOS LOUCOS
 
Imaginemos um esboço de soluços,
Também a designação acasos,
O acaso é o deus dos loucos
Procuremos caminhos honrosos
 O acaso só pode estar em balouços
Chauvinista, é de ideais melindrosos,
De ideais ultrapassados, caducos!
Perigosos, caminhos perniciosos
O acaso é o deus dos loucos
Pode ocasionar segmentos desastrosos
Tendência de vassalos mamelucos
Deslizando em terrenos tortuosos,
Podendo vir a configurar roucos
Velocidade de desejos faustosos
O acaso é o deus dos loucos,
Confiar, dará resultados perversos.
 
Daniel Costa
 

 

 

 

6 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Questionável, porém excelente.
Beijo*

Marta Vinhais disse...

Uma certa dose de loucura faz bem...
Beijos e abraços
Marta

MARILENE disse...

Não se pode deixar tudo ao acaso (rss). Mas ele nos traz caminhos e surpresas. Abraço.

Jaime Portela disse...

E nada deve ser deixado ao acaso...
Excelente poema, gostei imenso (não é por acaso...).
Bom fim de semana, caro amigo Daniel.
Abraço.

Maria Rodrigues disse...

Como se costuma dizer "de são e louco todos temos um pouco".
Lindo poema
Beijinhos
Maria

Blog da Gigi disse...

Lindo final de semana!!! Beijos